Enviar uma pergunta? CLICK AQUI
Seg - Sexta: 7:30 - 17:00
Sáb-Dom Fechado
3262 7482 - 3262 7483
16 99781 3817
16 99742 1727
Rua Barão do Rio Branco, 347 - Centro
Itápolis/SP

G1 GLOBO (Tudo Diário)

Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.

  1. Suspeita é de que mais de R$ 1 milhão destinados a duas candidatas do MDB foram usados para pagamento de cabos eleitorais. Defesa nega irregularidade. Governador do DF, Ibaneis Rocha TV Globo/Reprodução A Polícia Federal (PF) indiciou o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), por omissão de gastos na prestação de contas na eleição de 2018. A suspeita é de que o chefe do Executivo lançou candidaturas laranja durante a campanha. Se comprovado, o fato configura crime eleitoral. A informação sobre o indiciamento foi confirmada pelo advogado do governador, Marcel Versiani. NO ano passado, um relatório policial apontou que foram repassados mais de R$ 1 milhão a duas candidatas da sigla, e o recurso teria sido usado para o pagamento de cabos eleitorais. A defesa de Ibaneis também disse ao G1 que “não houve omissão na prestação de contas, fato que ficará comprovado quando houver oportunidade para apresentação de defesa” (veja mais abaixo). Polícia Federal faz buscas no MDB-DF em investigação sobre candidaturas laranja Uma das candidatas citadas no caso é Dolores Moreira Costa Ferreira, que recebeu R$ 502 mil do partido, mas apenas 551 votos. Já Kadija de Almeida Guimarães recebeu R$ 573 mil do MDB e teve só 403 votos. A maioria dos recursos veio dos fundos eleitoral e partidário, compostos de dinheiro público. O G1 tenta contato com as ex-candidatas. Já o Palácio do Buriti afirma que o governador Ibaneis "teve suas contas aprovadas pela Justiça Eleitoral". Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF), as contas foram aprovadas pelo TRE-DF ainda em 2018. Quantidade inexpressiva de votos No ano passado, a Polícia Federal cumpriu dois mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao MDB do Distrito Federal. Os policiais recolheram computadores e documentos na sede da sigla. O objetivo era recolher provas para a investigação de candidaturas laranja. Segundo o juiz eleitoral que expediu os mandados, Luis Martius Holanda Bezerra Júnior, as candidatas receberam “significativos aportes financeiros do MDB, com pequena compra de material de campanha, mas vultosa quantia para pagamento de militância de rua”. Ainda de acordo com o magistrado, “ao fim das eleições, [as candidatas] tiveram inexpressiva quantidade de votos”. Depoimentos de pessoas que trabalharam para as campanhas apontavam que o partido realizou um esquema para que parte dos recursos repassado às duas fosse devolvido. Testemunhas afirmam que o dinheiro não teria sido registrado na prestação de contas. O que diz a defesa do governador Ao G1, nesta sexta-feira (3), outro advogado de Ibaneis também comentou o caso. Cléber Lopes afirmou que a conclusão da Polícia Federal "certamente não será seguida pelo Ministério Público". "O então candidato Ibaneis Rocha não era coordenador de campanha, como não era dirigente do partido. Em resumo, ele não era responsável pela distribuição de recursos durante a campanha", disse. Lopes lembrou ainda a primeira candidatura do governador. "Ibaneis era um novato no partido naquela ocasião, o que revela o erro de avaliação da autoridade policial." Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

  2. Crime aconteceu na noite desta quinta (2). Crime aconteceu no bairro Santa Delmira, em Mossoró Hugo Andrade/Inter TV Costa Branca Um agente de endemias foi assassinado na noite desta quinta (2) a poucos metros de casa, em Mossoró, no Oeste potiguar. A vítima é Francisco Carlos Correia, de 63 anos, que era conhecido como Carlão da Sucam. O crime aconteceu num local conhecido como praça do basquete, no bairro Santa Delmira. A vítima estava perto de casa quando foi surpreendido pelos atiradores. Segundo a polícia, ele foi atingido por pelo menos três tiros. Segundo a apuração inicial da polícia, parentes da vítima já foram assassinados anteriormente. O caso será encaminhado para a Delegacia de Homicídio. No bolso da vítima foram encontrados o celular e R$ 150.

  3. Média regional de ocupação nos hospitais estaduais do Alto Tietê esta em 58%. Centro de Contingência do Coronavírus do Estado recomendou que Itaquaquecetuba volte à fase vermelha da quarentena. Hospital Santa Marcelina, em Itaquaquecetuba, tem ocupação de 95% dos leitos de UTI para Covid-19 Reprodução/TV Diário A ocupação de leitos de UTI para Covid-19 dos hospitais estaduais do Alto Tietê estava em 58% nesta quinta-feira (2). O hospital com maior índice é o Santa Marcelina, em Itaquaquecetuba, com 95%. A taxa foi uma das justificativas para o Centro de Contingência do Coronavírus do Estado recomendar que a cidade volte para a fase vermelha. Assim como toda a região, Itaquaquecetuba está na fase laranja. O Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba conta com 62 leitos para casos de Covid-19, somando 22 de UTI e 40 de enfermaria. No Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos, são 29 leitos destinados para casos de Covid-19, somando 13 de UTI e 16 de enfermaria. Na UTI, a ocupação é de 37,8%. O Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, conta neste momento com 55 leitos destinados a Covid-19, somando 22 leitos de UTI e 33 leitos de enfermaria. Na UTI, a ocupação e de 41%. A Secretaria Estadual de Saúde lembra que "essas taxas variam no decorrer do dia, em virtude de fatores como altas ou óbitos, por exemplo", diz. A gestão de leitos hospitalares, de acordo com a secretaria, busca dar prioridade à internação de pacientes com quadros respiratórios agudos e graves, com suporte da Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde (Cross) para as transferências. A Secretaria de Estado da Saúde ainda informou que "está estudando o cenário da Covid-19 em São Paulo e as necessidades de ampliação de leitos para assistência aos pacientes com a doença. Juntos, os serviços públicos de saúde do Alto Tietê contam com 411 leitos SUS voltados para Covid-19, e se necessário mais leitos serão ativados. As unidades seguem aptas a receber pacientes". Initial plugin text

  4. Vítima de 76 anos estava em bicicleta atingida por carro na Rodovia Alexandre Balbo na manhã desta sexta-feira (3). Perícia esteve no local para apurar as causas da colisão. Ciclista morre no Anel viário norte em Ribeirão Preto, SP Um idoso morreu em um acidente na Rodovia Alexandre Balbo (SP-326), o Anel Viário Norte de Ribeirão Preto (SP) na manhã desta sexta-feira (3). Segundo as primeiras informações apuradas pela EPTV, afiliada da TV Globo, no local, a vítima de 76 anos estava em uma bicicleta que foi atingida por um carro em um trecho próximo ao bairro Parque das Andorinhas. Com o impacto, o ciclista morreu na hora. As causas da colisão ainda não foram esclarecidas. A perícia esteve no local para a investigação do caso. Uma das faixas da rodovia precisou ser interditada e o trânsito ficou lento. Colisão mata ciclista de 76 anos no Anel Viário Norte de Ribeirão Preto (SP) Reprodução/EPTV Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca

  5. Autorização foi publicada pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) no Diário Oficial do Município. Igrejas e templos de Santos já podem funcionar com 30% da capacidade Mariane Rossi / G1 As igrejas e templos religiosos de Santos, no litoral de São Paulo, já estão autorizados pela prefeitura a funcionar de forma parcial e condicionada, com 30% da capacidade. Os locais deverão se adaptar às condições impostas no decreto, que foi publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (3). As igrejas e templos deverão exigir o uso de máscara de proteção de frequentadores, funcionários, dirigentes, autoridades, colaboradores e prestadores de serviços, e aferir a temperatura corporal dos mesmos diariamente. Se passar de 37,5ºC, os visitantes devem ser impedidos de entrar na igreja ou templo e orientados a procurar uma unidade de saúde. Além disso, fica obrigatório limitar a permanência de apenas uma pessoa a cada 10m², garantindo o distanciamento de 1,5 metro; disponibilizar meios para higienização das mãos, como água e sabão ou álcool em gel, na entrada, na saída e no interior do estabelecimento; manter o local limpo e ventilado e realizar desinfecção frequentes das superfícies mais tocadas e sanitários. Por fim, cabe às igrejas e templos promover a divulgação de informações de boas práticas, acompanhar a saúde de funcionários, empregados, colaboradores, dirigentes, autoridades e prestadores de serviços, sobretudo em casos de suspeita ou confirmação de infecção por de Covid-19, e fornecer equipamentos de proteção individual. O descumprimento das regras resultará em penalidades previstas na legislação, como suspensão imediata da autorização para funcionamento e interdição da igreja ou templo.

  6. Toque de recolher em Chorrochó foi publicado na quinta-feira (2), já está em vigor e vai durar por 15 dias, podendo ser prorrogado. Cidades do norte da Bahia têm 'toque de recolher' como forma de combate ao coronavírus A cidade de Chorrochó, no norte da Bahia, decretou toque de recolher e lockdown como maneira de combater a disseminação do novo coronavírus. Nas mesma região, a cidade de Várzea Nova renovou por mais sete dias decreto de toque de recolher. O decreto de toque de recolher em Chorrochó foi publicado na quinta-feira (2), já está em vigor e vai durar por 15 dias, podendo ser prorrogado. Nesse período, está proibida a circulação das pessoas nas ruas das 18h às 6h, exceto para trabalhadores. Sobre o lockdown, a prefeitura de Chorrochó determinou que, entre 0h de sábado (4) e 23:59hs de quarta-feira (8), o município será "fechado" e não poderá haver circulação de pessoas, com exceção de casos de emergência. A partir de 0h de quinta-feira (9) às 23:59hs de segunda-feira (13), haverá fechamento no Distrito de Barra do Tarrachil, Povoado de São José, Povoado de Caraíbas, Povoado de Várzea da Ema. A prefeitura solicitou que os moradores se programem para o lockdown, já que não será permitido que ninguém saia de suas casas. Durante esses dias só poderão funcionar: postos de saúde (só serão atendidos casos de Urgência e Emergência) e farmácia básica de 8h às 14h; farmácias e postos de gasolina de 7h às 17h; padaria (delivery) de 6h às 10h. O Hospital Municipal e o Samu seguem com atendimentos por 24 horas. Várzea Nova Cidade de Várzea Nova, no norte da Bahia Divulgação/Prefeitura de Várzea Nova O decreto de toque de recolher em Várzea Nova foi prorrogado na última terça (30) e vale até segunda-feira (6). Segundo a prefeitura, a medida de restrição nas ruas é das 20h às 5h. Conforme o município, a decisão foi tomada após uma reunião com o comitê de enfrentamento e combate ao novo coronavírus, bem como após considerável aumento nos casos positivos, com transmissão comunitária, além de inúmeras denúncias registradas de realização de festas, fogueiras e eventos que geram aglomerações de pessoas nos últimos dias. De acordo com a prefeitura, Várzea Nova registrou até o momento 24 casos positivos da Covid-19, sendo que destes 9 estão curados e 18 aguardam resultados. A secretaria pede população para que permaneça em casa, use máscara, ao sair, mantenha o distanciamento social, evite aglomerações, lave rotineiramente às mãos e siga todas as recomendações dos órgãos de saúde. Lembrando que às pessoas que estão chegando de viagem, devem informar imediatamente a secretaria, através do telefone: (74) 9 8833-7077. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.

  7. O bairro com maior número de casos confirmados da Covid-19 foi Santa Cruz. Na localidade, foram aplicados 150 testes rápidos, dos quais 72, ou seja, 48%, resultaram em diagnóstico positivo. Prefeitura realiza testes rápidos para coronavírus nos bairros que estão com medidas restritivas em vigor Reprodução / TV Bahia A aplicação de testes rápidos nos bairros de Salvador que estão com medidas restritivas mais rigorosas em vigor detectou, apenas na última quinta-feira (2), 537 pessoas com diagnóstico positivo para coronavírus. Segundo informações divulgadas pela prefeitura, 1.744 pessoas foram testadas em 11 bairros da capital baiana e em uma blitz montada na região do Centro de Convenções. O número de testes positivos representa aproximadamente 30% do total. O bairro com maior número de casos confirmados da Covid-19 foi Santa Cruz. Na localidade, foram aplicados 150 testes rápidos, dos quais 72, ou seja, 48%, resultaram em diagnóstico positivo. A blitz realizada no Centro de Convenções testou 87 pessoas e registrou dez infectados. Com relação aos bairros, o menor índice de testes positivos ocorreu no Resgate, onde 144 pessoas foram examinadas e apenas 23 foram confirmadas com a Covid-19. Atualmente, a lista de bairros com medidas restritivas mais rigorosas em vigor conta com Pau da Lima, Coutos, Fazenda Coutos, Beiru/Tancredo Neves, Cabula, Cabula VI, Resgate, Imbuí, São Cristóvão, Santa Cruz, Pernambués, Saramandaia e Centro. Testes rápidos Nas localidades com restrições, além da aplicação de testes rápidos, a prefeitura determina a suspensão das atividades de estabelecimentos comerciais que não considerados essenciais. As regiões também contam higienização das ruas, distribuição de cestas básicas para comerciantes informais e ambulantes e medidas de combate ao Aedes Aegypti. Conforme dados do último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do estado (Sesab), Salvador possui 35.837 casos confirmados de coronavírus, com 1.209 mortes em decorrência da doença. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.

  8. Prorrogação é até 31 de outubro; isso significa que foi prorrogada a antecipação de um salário mínimo (R$ 1.045) mensal para trabalhadores que estão na fila desses benefícios. Decreto publicado em edição extra do “Diário Oficial da União” de quinta-feira (2) autoriza o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a prorrogar até 31 de outubro a antecipação do pagamento do benefício de prestação continuada (BPC) e do auxílio-doença. Isso significa que foi prorrogada a antecipação de um salário mínimo (R$ 1.045) mensal para trabalhadores que estão na fila desses benefícios. Portaria anterior que entrou em vigor em abril permitia a antecipação por três meses por causa da pandemia do coronavírus. Assim, após o decreto desta quinta, a medida foi estendida até outubro. Veja como pedir Meu INSS Reprodução/INSS Os sistemas do INSS estão adaptados para receber atestados médicos de trabalhadores que estão na fila do auxílio-doença e queiram solicitar a antecipação no valor de R$ 1.045. O segurado pode enviar o atestado médico diretamente pelo site Meu INSS ou pelo aplicativo do serviço. Para quem já usa o aplicativo, é preciso baixar a atualização disponível para Android e iOS. Ao entrar no Meu INSS, selecione a opção "Agendar Perícia". Quem ainda não tem o cadastro no site, precisa se cadastrar para fazer o login. Feito o login, basta fazer o seguinte: Clique em "Agendar Perícia" Selecione a opção “Perícia Inicial” e, em seguida, clique em “Selecionar” Na pergunta “Você possui atestado médico”, selecione “SIM” e clique em continuar Preencha as informações pedidas e clique em “Avançar” Em “Anexos”, clique no sinal + para inserir o documento e clique em "Anexar" Agora basta selecionar o documento (seu atestado médico) que você quer anexar, clicar em “Abrir” e, em seguida, em “Enviar” Siga os passos seguintes e clique em “Gerar Comprovante” para que você o salve em seu computador ou celular Cuidados O atestado médico deverá ser anexado ao requerimento por meio do site ou aplicativo "Meu INSS" e deve observar os seguintes requisitos: estar legível e sem rasuras; conter a assinatura do profissional emitente e carimbo de identificação, com registro do Conselho de Classe; conter as informações sobre a doença ou CID; conter o prazo estimado de repouso necessário. Sendo atendidos os demais requisitos necessários para a concessão do auxílio-doença, inclusive a carência, quando exigida, a antecipação de 1 salário mínimo mensal "será devida a partir da data de início do benefício e terá duração máxima de três meses". "Reconhecido em definitivo o direito do segurado ao auxílio-doença, seu valor será devido a partir da data de início do benefício, deduzindo-se as antecipações pagas". Para solicitar a prorrogação da antecipação do auxílio-doença, além do prazo de 3 meses, o trabalhador precisará apresentar um novo atestado médico. Em algumas situações os beneficiários terão que ser submetidos à perícia médica no INSS, após o término do regime de plantão reduzido nas agências. São elas: quando o período de afastamento da atividade, incluídos os pedidos de prorrogação, ultrapassar o prazo máximo de 3 meses; para fins de conversão da antecipação em concessão definitiva do auxílio-doença; quando não for possível conceder a antecipação do auxílio-doença com base no atestado médico por falta de cumprimento dos requisitos exigidos. A emissão ou a apresentação de atestado falso ou que contenha informação falsa configura crime de falsidade documental e sujeitará os responsáveis às sanções penais e ao ressarcimento dos valores indevidamente recebidos, alerta o INSS.

  9. Para o secretário de Defesa Social de PE, Antônio de Pádua, a 'população está engajada'. Quarentena mais rígida completa uma semana em Caruaru e Bezerros Nesta sexta-feira (3) a quarentena mais rígida em Caruaru e Bezerros, no Agreste, completa uma semana. A medida entrou em vigor nos dois municípios no dia 26 de junho, após determinação do Governo de Pernambuco. Em entrevista ao Bom Dia PE, da TV Globo, o secretário de Defesa Social do estado, Antônio de Pádua, avaliou a medida e afirmou que "a população está engajada". Veja dados do coronavírus no interior de Pernambuco "Em Caruaru, nós fizemos mais de 10 mil fiscalizações, entre abordagens de pessoas, veículos e comércios. Duas pessoas foram conduzidas à delegacia e autuadas, seja por desacato ou por descumprimento de medida sanitária. Em Bezerros, foram mais de 4 mil abordagens e não foi necessária nenhuma condução coercitiva para a delegacia. Esse é um resultado muito positivo", disse o secretário. De acordo com Antônio de Pádua, o planejamento da quarentena mais rígida nos dois municípios foi realizado com uma semana de antecedência. Na ocasião, foram identificados os pontos de maior vulnerabilidade em Caruaru e Bezerros. Quarentena em Bezerros Reprodução/TV Globo "A gente tinha conhecimento que havia uma grande aglomeração de pessoas, principalmente nos centros das cidades e nas feiras. Então, foram destacados mais de 360 policiais para trabalhar diariamente nesses dois municípios para que a gente pudesse diminuir a quantidade de pessoas circulando", explicou o secretário de Defesa Social. A população aderiu à determinação do governo para permanecer em casa, conforme avaliou Antônio de Pádua. Ele informou que o isolamento social superou o índice de 50% em Caruaru. "Tivemos um aumento também significativo em Bezerros e o apoio das prefeituras, fazendo essa conscientização da população", destacou. Rua 15 de novembro, em Caruaru, ficou vazia após determinação do governo para conter a disseminação do coronavírus TV Asa Branca/Reprodução O decreto mais rigoroso está programado para seguir até o domingo (5). No entanto, o Governo de Pernambuco está avaliando os impactos da operação e aguarda os dados da Secretaria Estadual de Saúde. A expectativa do secretário de Defesa Social é de que as restrições sejam reduzidas após a data. "Mas estamos preparados também se, por acaso, tivermos alguma orientação diferente para dar continuidade à operação e, se for o caso, ampliar as restrições", completou. "É fundamental a conscientização da população, mesmo que não haja uma quarentena mais rígida. Só saiam de casa se tiver necessidade. [...] O trabalho policial é de conscientização. A palavra de ordem é conscientização, até porque toda essa operação só vai ter o objetivo alcançado se a população tiver uma participação efetiva e contribuir. A participação popular é fundamental", finalizou o secretário Antônio de Pádua. Initial plugin text

  10. Veja números de pessoas infectadas e de óbitos pela doença em cada cidade. Teste rápido do novo coronavírus DANIEL GALBER/UAI FOTO/ESTADÃO CONTEÚDO As prefeituras da região de Campinas (SP) registraram novos casos de Covid-19 nesta sexta-feira (3). Veja abaixo números de pessoas infectadas e registros de óbitos por cidade. Desde o início da pandemia, a região contabiliza 17.123 casos positivos nos 31 municípios da área de cobertura do G1 Campinas. Além disso, já foram registradas ao menos 661 mortes por Covid-19 em 23 cidades. Atualizações do dia: Espírito Santo do Pinhal registrou mais 3 casos e 1 morte, chegando a 69 infectados e 4 óbitos Número de casos totais confirmados por cidade Campinas: 8.995 Indaiatuba: 1.867 Paulínia: 826 Sumaré: 803 Mogi Guaçu: 721** Hortolândia: 638 Valinhos: 484* Americana: 475 Vinhedo: 364 Monte Mor: 295 Mogi Mirim: 242 Louveira: 228 Itapira: 196 Amparo: 190 Jaguariúna: 170 Artur Nogueira: 78 Santo Antônio de Posse: 77 Espírito Santo do Pinhal: 69 Holambra: 59 Socorro: 57 Águas de Lindoia: 45 Pedreira: 45 Morungaba: 44 Estiva Gerbi: 35 Serra Negra: 33 Pinhalzinho: 27 Santo Antônio do Jardim: 18 Tuiuti: 17 Monte Alegre do Sul: 11 Pedra Bela: 7 Lindoia: 7 *A prefeitura de Valinhos mudou o método de divulgação dos casos de Covid-19 na segunda-feira (27/04), passando a contabilizar pacientes que não são moradores da cidade. Seguindo orientação da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, no entanto, o G1 vai desconsiderar os casos de não-munícipes no cálculo para evitar duplicidade, já que estes já devem constar na estatística da cidade onde residem. **A prefeitura de Mogi Guaçu confirmou nesta quarta-feira (17/06) que contabiliza na soma total de casos pacientes que não são moradores da cidade. Seguindo orientação da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, no entanto, o G1 vai desconsiderar os casos de não-munícipes no cálculo para evitar duplicidade, já que estes já devem constar na estatística da cidade onde residem. Cronologia das mortes confirmadas Campinas Veja aqui o perfil de todas as mortes registradas em Campinas Itapira 08/04: Homem, 76 anos, estava internado em Mogi Mirim, na UTI. Ele era hipertenso. 11/04: Mulher, 97 anos, estava internada na UTI da Santa Casa. Não tinha comorbidades. 15/04: Mulher, 69 anos, estava internada em Mogi Mirim. Não há informações sobre comorbidades. 04/06: Homem, 59 anos, com hipertensão. Estava internado no Hospital Municipal, na UTI. 02/06: Homem, 73 anos, portador de doença hepática crônica. Estava internado no Hospital Municipal. 09/06: Homem, 51 anos, portador de carcinoma epiteloide de orofaringe e havia sido submetido a um transplante renal. Estava internado no HC da Unicamp. 13/06: Homem, 65 anos, já estava internado no Hospital Municipal de Itapira devido a um Acidente Vascular Encefálico. 13/06: Mulher, 82 anos, com comorbidades. Estava no Hospital Municipal. 18/06: Mulher, 58 anos, com comorbidades. Estava no Hospital Municipal. *24/06: Mulher, 59 anos, com comorbidades. Estava no Hospital Municipal. * Data de divulgação do óbito pela prefeitura. Indaiatuba Nota da redação: A prefeitura de Indaiatuba (SP) solicitou nesta segunda (29), ao Estado, a remoção da lista de vítimas de três pacientes que morreram na cidade, mas não eram residentes. A administração, no entanto, não detalhou os casos. Para não correr o risco de divulgar informação incorreta, o G1 aguarda a lista com o perfil e cronologia de mortos atualizada pela prefeitura para voltar a divulgar os dados. Americana 27/03: Homem, 64 anos, estava em hospital particular. 04/04: Homem, 70 anos, estava em hospital particular. 13/04: Homem, 48 anos, com comorbidades. Estava internado em hospital público. 28/04: Homem, 60 anos, com comorbidades. Estava internado em hospital público. 23/05: Mulher, 69 anos, com comorbidades. Estava internada internada em hospital particular. 23/05: Mulher, 71 anos, com comorbidades. Estava internada em hospital particular. 30/05: Homem, 31 anos, com comorbidades. Estava internado no Hospital Regional de Piracicaba. 01/06: Mulher, 83 anos, com comorbidades. Estava internada em hospital privado. 04/06: Mulher, 81 anos, com comorbidades. Estava internada em hospital particular. 04/06: Mulher, 82 anos, com comorbidades. Estava internada em hospital público. 04/06: Homem, 78 anos, com comorbidades. Estava internado em hospital público. 10/06: Homem, 59 anos, com comorbidades. Estava internado em hospital público. 07/06: Homem, 45 anos. Outros detalhes não foram divulgados pela prefeitura. 13/06: Homem, 33 anos, com comorbidades. Estava internado em hospital público. 16/06: Mulher, 64 anos, com comorbidades. Estava internada em hospital público. 18/06: Homem, 68 anos, com comorbidades. Estava internado em hospital público. 18/06: Homem, 29 anos, sem comorbidades. Estava internado em hospital público. 19/06: Mulher, 82 anos, com comorbidades. Estava internada em hospital privado. 20/06: Homem, 74 anos, com comorbidades. Estava em hospital privado. 21/06: Homem, 64 anos, com comorbidades. Estava em hospital público. 21/06: Homem, 55 anos, com comorbidades. Estava em hospital público. 22/06: Mulher, 64 anos. Estava em hospital privado em Campinas. 24/06: Homem, 61 anos, com comorbidades. Estava em hospital público. 24/06: Homem, 60 anos, com comorbidades. Estava no Hospital Municipal. 24/06: Homem, 74 anos, com comorbidades. Estava no Hospital Municipal. 25/06: Homem, 90 anos, com comorbidades. Estava em hospital privado. 22/06: Homem, 59 anos, com comorbidades. Estava em hospital público. 29/06: Homem, 39 anos, tinha comorbidades. Estava em hospital público. 30/06: Homem, 76 anos, tinha comorbidades. Estava em hospital público. 30/06: Homem, 82 anos, com comorbidades. Estava em hospital público. Valinhos 29/03: Homem, 64 anos, ficou três dias internado. Tinha histórico de pressão alta. 14/04: Homem, 90 anos, chegou a ser internado na Casa de Saúde de Campinas. 02/05: Mulher, 83 anos, com histórico de doença cardiovascular. Estava na Santa Casa. 17/05: Homem, 51 anos, com histórico de doença cardiovascular. Estava na Santa Casa. 30/05: Mulher, 96 anos, com histórico de doença cardiovascular. Estava no Hospital PUC-Campinas. 06/06: Mulher, 93 anos, sem comorbidades. Estava na Santa Casa desde 27 de maio. 16/06: Homem, 73 anos, sem comorbidades. 16/06: Mulher, 86 anos, sem comorbidades. 16/06: Homem, 70 anos, com histórico de doença cardiovascular crônica e doença hepática crônica. 18/06: Mulher, 77 anos, com histórico de doença cardiovascular e doença renal. 19/06: Homem, 68 anos, sem comorbidades. 19/06: Homem, 87 anos, com histórico de pneumopatia crônica, doença neurológica e doença renal 22/06: Homem, 60 anos, sem comorbidades. Estava em casa. 27/06: Homem, 54 anos, com histórico de doença cardiovascular e diabetes. 28/06: Mulher, 65 anos, com comorbidades. Estava no Hospital Mário Gatti. 30/06: Mulher, 88 anos, com comorbidades. Estava em casa. Hortolândia 13/04: Mulher, 86 anos, com comorbidades. 15/04: Homem, 89 anos, com comorbidades. 16/04*: Mulher, 35 anos, chegou a ser internada no Hospital Estadual de Sumaré (SP).* Data da divulgação do óbito pela prefeitura. 19/04: Homem, 56 anos, com comorbidades. 25/04: Homem, 93 anos, com comorbidades. 25/04: Mulher, 30 anos, com comorbidades. 03/05: Homem, 78 anos, com comorbidades. 03/05: Mulher, 76 anos, com comorbidades. 04/05: Homem, 79 anos, com comorbidades. 03/05: Homem, 68 anos, com comorbidades. 10/05: Homem, 52 anos, com comorbidades. 11/05: Mulher, 81 anos, com comorbidades. 14/05: Homem, 57 anos, com comorbidades. 26/05: Homem, 85 anos, com comorbidades 27/05: Mulher, 59 anos, com comorbidades. 30/05: Homem, 86 anos, com comorbidades. 01/06: Mulher, 72 anos, com comorbidades. 01/06: Homem, 80 anos, com comorbidades. 03/06: Mulher, 88 anos, com comorbidades. 06/06: Homem, 85 anos, com comorbidades. 07/06: Homem, 62 anos, com comorbidades. 11/06: Homem, 73 anos, com comorbidades. 12/06: Homem, 59 anos, sem comorbidades. 13/06: Mulher, 84 anos, com comorbidades. 19/06: Homem, 53 anos, com comorbidades. 21/06: Homem, 53 anos, com comorbidades. 22/06: Mulher 69 anos, com comorbidades. 24/06: Mulher, 64 anos, com comorbidades. 17/06: Homem, 81 anos, com comorbidades. 19/06: Homem, 79 anos, com comorbidades. 19/06: Mulher, 65 anos, com comorbidades. 26/06: Homem, 42 anos, sem comorbidades. 27/06: Homem, 38 anos, com comorbidades. 28/06: Mulher, 63 anos, com comorbidades. 29/06: Mulher, 75 anos, com comorbidades. Águas de Lindoia 05/04: Homem, 78 anos, estava internado no Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp. Tinha problemas cardíacos. 06/06: Homem, 60 anos, tinha comorbidades. 16/06: Homem, 85 anos, com comorbidades. Estava no AME Campinas. Mogi Guaçu 07/04: Homem, 83 anos, estava internado na Unidade de Terapia Intensiva. 11/05: Homem, 80 anos, estava internado em enfermaria. 14/05: Homem, 61 anos, tinha comorbidades. 20/05: Homem, 46 anos, sem comorbidades e que estava internado em UTI. 08/06: Homem, 71 anos, estava internado. 09/06: Homem, 81 anos, estava internado. 11/06: Homem, 89 anos, estava internado. 12/06: Mulher, 42 anos, estava internada. 12/06: Homem, 66 anos, estava internado 13/06*: Homem, 55 anos *A prefeitura não divulgou data do óbito e outros detalhes 14/06: Homem, 88 anos, tinha comorbidades e estava internado no Hospital Municipal Dr. Tabajara Ramos. 15/06: Homem, 88 anos, tinha comorbidades e estava em casa. 16/06: Homem, 71 anos, estava internado no Hospital Municipal. 18/06*: Homem, 87 anos *A prefeitura não divulgou data do óbito e outros detalhes. 20/06*: Mulher, 37 anos *A prefeitura não divulgou data do óbito e outros detalhes. 22/06: Homem, 72 anos. 25/06* : Homem, 73 anos, estava internado no Hospital Municipal *A prefeitura não divulgou data do óbito e outros detalhes. 25/06* : Homem, 33 anos * A prefeitura não divulgou data do óbito e outros detalhes. 01/07: Homem, 62 anos. * A prefeitura não divulgou data do óbito e outros detalhes. 01/07: Homem, 70 anos. * A prefeitura não divulgou data do óbito e outros detalhes. 02/07*: Homem, 49 anos, sem comorbidades. A prefeitura não divulgou a data do óbito. Amparo 05/04: Mulher, 71 anos, morreu em Valinhos, segundo a prefeitura. 22/05: Homem, 88 anos, com comorbidades, estava internado na Santa Casa Anna Cintra. 28/05: Homem, 84 anos 30/05: Mulher, 74 anos. Estava internada na Beneficência Portuguesa. 31/05: Homem, 71 anos 09/06: Homem, 48 anos, com comorbidades. Estava internado na Santa Casa Anna Cintra. 21/06: Homem, de 81 anos, estava internado na Santa Casa Anna Cintra. 28/06: Mulher, 60 anos, com comorbidades. Estava no HC de São Paulo. Sumaré 12/04: Mulher, 66 anos, tinha comorbidades. 24/04: Mulher, 79 anos, tinha comorbidades. Estava na UPA Macarenko. 05/05: Homem, 104 anos, tinha comorbidade. Estava no AME de Campinas. 11/05: Homem, 85 anos, sem comorbidades. Estava na UPA Macarenko. 17/05: Homem, 79 anos, com comorbidades. Estava em hospital de Paulínia. 20/05: Mulher, 61 anos, com comorbidades. Estava no Centro Médico de Campinas. 24/05: Homem, 58 anos, não tinha comorbidade. Estava no Hospital Estadual de Sumaré. 24/05: Mulher, 80 anos, tinha comorbidade. Estava no Hospital PUC-Campinas. 26/05: Homem, 66 anos, tinha comorbidade. Estava na UPA Macarenko. 26/05: Mulher, 59 anos, tinha comorbidade. Estava na UPA Macarenko; 27/05: Homem, 63 anos, tinha comorbidade. Estava na Unimed Campinas. 01/06: Homem, 75 anos, tinha comorbidade. Estava na Unimed Campinas. 06/06: Mulher, 70 anos, sem comorbidades. Estava na Beneficência Portuguesa. 07/06: Homem, 68 anos, com comorbidades. Estava no HC da Unicamp. 10/06: Homem, 63 anos, sem comorbidades. Estava no Hospital PUC-Campinas. 12/06: Mulher, de 79 anos, com comorbidades. Estava na UPA Macarenko. 14/06: Homem, de 73 anos, com comorbidades. Estava no Hospital Estadual de Sumaré. 14/06: Homem de 50 anos, que estava internado no Hospital Renascença de Campinas (SP). 14/06: Mulher, de 67 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko. 15/06: Homem, de 65 anos, com comorbidades. Estava no Hospital Estadual de Sumaré. 15/06: Mulher, de 82 anos, com comorbidades. Estava internada na Unicamp. 16/06: Homem de 73 anos, que estava no Hospital São Lucas, em Americana (SP). 16/06: Homem de 66 anos, que tinha comorbidade e estava na UPA Macarenko. 16/06: Mulher de 59 anos, que estava na UPA Macarenko e não tinha comorbidades. 16/06: Homem de 83 anos, com comorbidades, estava no Hospital PUC-Campinas. 16/06: Homem, 75 anos, com comorbidades, estava na UPA Macarenko. 17/06: Homem, 74 anos, que estava na UPA Matão e não tinha comorbidades. 17/06: Homem, 62 anos, que estava na UPA Macarenko 18/06: Mulher, 55 anos, com comorbidades, estava na UPA Macarenko. 18/06: Homem, 62 anos, com comorbidades. Estada na UPA Macarenko. 19/06: Mulher, 87 anos, com comorbidades, estava na UPA Macarenko. 20/06: Homem, 64 anos, com comorbidade, estava no Hospital Estadual de Sumaré. 20/06: Homem, 44 anos, com comorbidades, estava na UPA Macarenko. 20/06: Homem, 76 anos, estava internado no Hospital de Paulínia. 21/06: Mulher, 75 anos, sem comorbidades, estava Santa Casa de Valinhos. 22/06: Mulher, 76 anos, sem comorbidades, estava na UPA Macarenko. 23/06: Homem, 47 anos, sem comorbidades, estava na UPA Macarenko. 23/06: Homem, 54 anos, tinha comorbidades, estava no HC da Unicamp. 26/06: Mulher, 69 anos, tinha comorbidade, estava internada no Hospital Estadual de Sumaré. 27/06: Mulher, 65 anos, tinha comorbidade e estava internada na UPA Macarenko. 27/06: Mulher, 58 anos, estava internada na UPA Macarenko. 27/06: Homem, 53 anos, tinha comorbidade, estava internado no Hospital Estadual de Sumaré. 27/06: Homem, 59 anos, com comorbidade, estava internado na UPA Macarenko. 28/06: Mulher, 75 anos, tinha comorbidade e estava internada no Hospital Estadual de Sumaré. 28/06: Homem, 34 anos, estava internado na UPA Macarenko. 29/06: Homem, 76 anos, estava no Hospital Estadual de Sumaré. Paulínia 22/04: Homem, 73 anos, tinha comorbidades. Estava internado no Hospital Municipal. 31/05: Homem, 69 anos, tinha comorbidades. Morreu no Hospital Municipal de Paulínia. 02/06: Homem, 81 anos, tinha comorbidades. Estava internado no Hospital Municipal. 05/06: Homem, 90 anos, tinha comorbidade. Estava internado em hospital privado de Campinas. 05/06: Mulher, 86 anos, com comorbidade. Estava internada em hospital público de Campinas. 14/06: Mulher , 61 anos, com comorbidades. 20/06: Mulher, 84 anos, sem comorbidades. 16/06: Homem, 66 anos, com comorbidades. 21/06: Mulher, 91 anos, com comorbidades. 21/06: Mulher, 66 anos, com comorbidades. Estava internado em hospital privado de Campinas. 23/06: Mulher, 74 anos, com comorbidades. Estava no Hospital Emílio Ribas. 24/06: Mulher, 90 anos, com comorbidades. 30/06: Homem, 82 anos, com comorbidades. Estava internado no Hospital Municipal Vinhedo 07/04: Homem, 72 anos, sem comorbidades. Ficou internado na Santa Casa da cidade. 12/06: Homem, 77 anos, com comorbidades. Estava na Santa Casa. 13/06: Mulher, 76 anos, com comorbidades. Estava na Santa Casa. 15/06: Homem, 53 anos, sem comorbidades. Estava na Santa Casa. 18/06: Mulher, 92 anos, com comorbidades. Estava na Santa Casa. 20/06: Homem, 63 anos, com comorbidades. Estava na Santa Casa. 22/06: Mulher, 32 anos, com comorbidade. Estava no AME de Campinas. 22/06: Mulher, 82 anos, com comorbidades. Estava na Santa Casa. 23/06: Homem, 86 anos, sem comorbidades. Estava na Santa Casa. 23/06: Homem, 85 anos, com comorbidades. Estava na Santa Casa. 26/06: Mulher, 69 anos, com comorbidades. Estava na Santa Casa. 28/06: Homem, 53 anos, com comorbidades. Estava na Santa Casa. Louveira 26/04: Homem, 70 anos, tinha comorbidades. Estava internado desde o começo de abril no Hospital Regional São Vicente. 30/04: Homem, 70 anos, tinha comorbidades. Estava internado no Hospital São Vicente. 04/06: Homem, 63 anos, tinha comorbidades. Estava internado em Jundiaí. Dados não foram passados pela prefeitura. Homem, 76 anos, tinha comorbidades. Estava internado desde o dia 3 de junho. 13/06: Homem, 60 anos, com comorbidades. 29/06: Mulher, 71 anos. 29/06: Mulher, 83 anos. 29/06: Homem, 61 anos. 30/06: Homem, 50 anos. Monte Mor 25/04: Homem, 69 anos, estava internado no Hospital Estadual de Sumaré. 28/04: Mulher, 78 anos, estava internada no Hospital Regional de Sumaré. 30/05: Homem, 76 anos, estava internado na UPA Jardim Amanda, em Hortolândia. 05/06: Homem, 62 anos, estava internado no Hospital Haoc, em Indaiatuba. 08/06: Homem, 46 anos, estava internado no AME de Campinas. 08/06: Mulher, 63 anos, estava internada em São Paulo. 13/06*: Homem, 84 anos, estava internado no AME de Campinas *Data de divulgação do óbito pela prefeitura 18/06: Homem, 56 anos, estava internado em Campinas. 20/06: Homem, 54 anos, estava internado em hospital particular de Campinas. 21/06: Homem, 64 anos, estava no AME Campinas. 21/06: Homem, 93 anos, estava em hospital particular de Indaiatuba. 26/06: Homem, 35 anos, estava no Hospital Estadual de Sumaré. Santo Antônio do Jardim 18/05*: Mulher, 74 anos, tinha comorbidades. *Data da divulgação do óbito pela prefeitura 05/06: Mulher, 67 anos, com comorbidades. Mogi Mirim 20/05: Mulher, 84 anos, com comorbidades. 04/06: Homem, 83 anos, com comorbidades. 11/06: Homem, 67 anos. Outros detalhes não foram divulgados pela prefeitura 14/06: Mulher, 35 anos, profissional de saúde, sem comorbidades. 16/06: Homem, 82 anos, faleceu em São Paulo. 23/06: Homem, 66 anos, estava no Hospital São Francisco, em Mogi Guaçu. 01/07: Homem, 36 anos, internado fora do município. 02/07: Mulher, 36 anos, estava na Santa Casa. Espírito Santo do Pinhal 22/05: Mulher, 25 anos, tinha comorbidades. 08/06: Homem, 48 anos, tinha comorbidades. 17/06: Homem, 73 anos, não tinha comorbidades. 24/06: Mulher, 61 anos, com comorbidades Socorro 19/05: Mulher, 83 anos. 26/05: Homem, 77 anos. 01/06: Homem, 73 anos. 22/06: Homem, 55 anos. Jaguariúna 17/05: Homem, 74 anos, com comorbidades. 29/05: Homem, 62 anos, sem comorbidades. 29/05: Homem, 40 anos, com comorbidades. 04/06: Homem, 63 anos, com comorbidades. 08/06: Homem, 80 anos, com comorbidades. 09/06: Mulher, 69 anos, com comorbidades. 16/06: Homem, 48 anos, sem comorbidades. 16/06: Homem 75 anos, com comorbidades. Artur Nogueira 30/05: Homem, 96 anos, com comorbidades. Estava internado no HC da Unicamp. 23/06: Homem, 70 anos, com comorbidades. Estava internado no HC da Unicamp. Morungaba 01/06: Homem, 75 anos. 03/06: Homem, 45 anos, com comorbidades. Estiva Gerbi 07/06: Homem, 59 anos, com comorbidades. Estava internado no Hospital Municipal de Mogi Guaçu Pinhalzinho 17/06: Homem, 81 anos, com comorbidades. 26/06: Homem, 49 anos. Prefeitura não informou se possuía comorbidades. Erros e acertos no uso da máscara de proteção contra o coronavírus Arte/G1 Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

  11. Lugar depende 100% do rio; peixes esportivos atraem pescadores e agitam esse paraíso do nosso país. Belos tucunarés aparecem na pescaria da semana pela Amazônia. Terra da Gente/Arquivo pessoal A 120 quilômetros de Manaus é possível encontrar um local onde o rio é estrada. Os moradores não têm carro, mas desde cedo aprendem a pilotar um barco. Tem barco de todo jeito: barco-casa, barco-escola e barco-boiadeiro. Até a "loja de conveniência" é na beira do rio. Quem mora por ali não tem luxo, mas tem um quintal de tirar o fôlego. É nesse quintal infinito, que a equipe do TG embarcou acompanhada de um biólogo e pescador esportivo atrás dos peixes de água doce. O Rio Juma mais uma vez não decepcionou e os tucunarés foram o destaque. Se aventure com a gente a partir das 14h deste sábado (07/04), na tela da EPTV.

  12. A ave escolhe um ninho de outra espécie e deposita os ovos para a mãe adotiva chocar e cuidar dos filhotes. Chupim deixa a tarefa de cuidar dos filhotes para outras aves. Terra da Gente/Arquivo pessoal Se existe uma ave folgada, é o chupim. A espécie considerada parasita, vive em bandos e está adaptada a ambientes urbanos. Isso porque as fêmeas escolhem o ninho de outras aves, muitas vezes do tico-tico, para deixar os ovos e simplesmente vai embora. É isso mesmo, cabe a mãe adotiva chocar os ovos e alimentar os filhotes. A equipe do TG foi até uma avenida movimentada de Campinas (SP) para encontrar um grupo de chupins e conversar com o biólogo para entender melhor o comportamento da espécie. Confira a reportagem completa neste sábado (04/07), a partir das 14h, na EPTV.

  13. Terceiro suspeito ainda está sendo procurado. Parte dos objetos roubados foram recuperados. Proprietária do local morreu a caminho do hospital Josias Marques/Portal InFoco A Polícia Civil prendeu, na noite de quinta-feira (2), mais um suspeito de participar do assalto de uma joalheria, que terminou na morte de uma empresária, em Ametista do Sul, na Região Norte do estado. A vítima foi identificada como Inês Ribeiro, de 50 anos. O homem foi encontrado na casa da mãe em Ametista do Sul. Segundo a Brigada Militar, no local havia um saco plástico com alguns objetos roubados na joalheria. Um terceiro suspeito ainda está sendo procurado. A BM acredita que ele tenha sido o responsável pelo disparo que matou a empresária. Ainda na tarde de quinta-feira, logo após o roubo, um homem foi preso em flagrante com grande parte das joias roubadas. O carro utilizado na ação foi encontrado incendiado em uma estrada do interior do município, também na quinta-feira. A Polícia Civil e Brigada Militar informam que qualquer informação sobre o paradeiro do investigado podem ser repassadas à BM (190) e/ou à Polícia Civil (3752-1082).

  14. Convocados têm até segunda-feira (6) para acessar o site da prefeitura e enviar a documentação. Entre as funções estão médicos e enfermeiros. Testes de coronavírus em Goiás Reprodução/TV Anhanguera A Prefeitura de Goiânia convocou 475 profissionais da saúde que atuarão no combate à pandemia do novo coronavírus na cidade. Os candidatos classificados terão até a próxima segunda-feira (6) para acessar o site da prefeitura e enviar a documentação. Veja aqui a lista de convocados O resultado do processo seletivo simplificado de contratação temporária da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) foi divulgado na quarta-feira (2). Os convocados são os que foram aprovados no processo seletivo de número 001/2020. O candidato que tiver sua documentação aprovada terá o nome publicado no Diário Oficial do Município e assim estará apto à assinatura do contrato, o que deve ocorrer dentro de duas semanas. É de responsabilidade do candidato acompanhar toda as publicações no site oficial do processo seletivo. As vagas temporárias disponibilizadas são para os seguintes cargos: enfermeiro geral, farmacêutico, técnico em enfermagem geral, auxiliar de enfermagem, médico clínico geral, médico pediatra, biomédico, psicólogo, auxiliar de farmácia, médico patologista, técnico em necrópsia, médico do trabalho, enfermeiro do trabalho, assistente administrativo e técnico em segurança do trabalho. Veja outras notícias da região no G1 Goiás.

  15. Norton Santos se inspirou em figurinhas colecionáveis para ir atrás dos animais brasileiros. Confira a história no Terra da Gente deste sábado (04/07) Beija-flor bandeirinha é um dos mais raros do Brasil. Norton Santos/Arquivo Pessoal Quando você passou a admirar a natureza? Para Norton Santos, cientista da computação, o amor pelos animais começou ainda criança quando colecionava figurinhas da fauna brasileira que vinham em embalagens de chocolates, nos anos 80. Conforme o tempo foi passando, fotografar a fauna foi o jeito de continuar perto das espécies e assim ele programa viagens pelo Brasil atrás de flagrantes raros e belos. Quando ficou sabendo que um beija-flor-bandeirinha estava em um parque de Pernambuco, não pensou duas vezes e viajou milhares de quilômetros atrás da ave. A viagem começou no sábado de manhã e domingo à noite ele precisava estar de volta. O resultado? Registros lindos e um encontro emocionante com um dos beija-flores mais impressionantes do país. Confira tudo isso e muito mais no Terra da Gente deste sábado (04/07), a partir das 14h, na EPTV.

  16. Confira o telejornal. Confira o telejornal.

  17. Projeto Tamanduá, em Aquidauana (MS), realiza controle para garantir a sobrevivência desses animais. O tamanduá-bandeira, espécie que existe há milhões de anos, está ameaçado de extinção. Terra da Gente/Arquivo pessoal Dá para acreditar que os tamanduás existem há mais de 14 milhões de anos? Esses simpáticos narigudos que conviveram com mamutes e preguiças-gigantes, já atravessaram até a era do gelo, mas hoje em dia, correm risco de extinção. Uma das maiores ameaças é a convivência com o gado nos campos e também atropelamentos. No Pantanal, a região de Aquidauana possui a maior quantidade de tamanduás-bandeiras. Por esse motivo, o local foi escolhido como uma das sedes da ONG Projeto Tamanduá. A equipe do Terra da Gente foi até lá conhecer mais sobre essa espécie de mamífero e também para entender melhor o trabalho dos pesquisadores que lutam diariamente para que os tamanduás não desapareçam. Confira a reportagem completa neste sábado (04/07), a partir das 14h, na EPTV.

  18. Companhia abriu quatro processos de demissão voluntária, com previsão de cerca de 10 mil desligamentos, o que corresponde a 22% do seu quadro de pessoal atual. Sede da Petrobras no Rio de Janeiro Daniel Silveira/G1 A Petrobras informou na noite de quinta-feira (2) que terá um "retorno adicional" de cerca de R$ 18 bilhões até 2025 com as saídas dos 10.082 funcionários inscritos em programas de desligamentos voluntários (PDVs) ou de aposentadorias incentivadas (PAI). Segundo a estatal, esse retorno se baseia no custo evitado de pessoal de R$ 22 bilhões menos o desembolso com as indenizações, avaliadas em 4 bilhões de reais. A empresa estima ainda uma redução de custo de pessoal até 2025 em torno de R$ 4 bilhões por ano com a saída dos mais de 10 mil cadastrados nos programas, número que representa 22% da força de trabalho atual. Na quarta-feira (1), o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, havia adiantado em um debate transmitido pela internet o número de inscritos nos programas, mas ele não havia fornecido detalhes dos custos e retornos que serão obtidos. "Cabe destacar que o impacto esperado das indenizações no caixa da companhia não será imediato em 2020, mas sim diluído ao longo dos próximos três anos. Isso porque, no PDV 2019, existem categorias com saída prevista em até 24 meses, o que diluirá os desligamentos no tempo", destacou a Petrobras em comunicado. "Além disso, a companhia optou por diferir o pagamento das indenizações em duas parcelas, sendo uma no momento do desligamento e a outra em julho de 2021 ou um ano após o desligamento, o que for maior", acrescentou. No fim, o sistema Petrobras terá seu quadro reduzido a quase um terço dos 86 mil funcionários que tinha em 2013, antes de o preço do petróleo despencar, de a Lava Jato começar e de a empresa iniciar uma forte venda de ativos. "Os programas de desligamento voluntário foram elaborados com a preocupação principal de respeitar o direito de livre escolha de nossos colaboradores.... O resultado do PDV 2019 foi extremamente positivo com 94% de adesão, dos 10.053 empregados elegíveis...", disse em nota Castello Branco. "Desse modo, contribuindo para a redução permanente da estrutura de custos da companhia, o que nos ajuda a enfrentar com sucesso um cenário de preços mais baixos do petróleo no longo prazo", completou. A Petrobras teve prejuízo líquido de R$ 48,5 bilhões no primeiro trimestre, após grande baixa contábil devido a uma revisão das premissas de longo prazo para o petróleo Brent, registrando uma perda muito maior que os quase R$ 37 bilhões do quarto trimestre de 2015, quando a companhia ainda se recuperava das denúncias de corrupção da Lava Jato. Além do PAI, programa de desligamento voltado aos empregados aposentáveis com vigência até 31 de dezembro de 2023, a companhia implementou três outros planos: PDV 2019 destinado aos aposentados pelo INSS até a data de promulgação da PEC 133 de 2019; PDV específico para empregados lotados em ativos/unidades em processo de desinvestimento; PDV exclusivo para os empregados que trabalham no segmento corporativo da empresa.

  19. Assista ao telejornal com as notícias de MG. Assista ao telejornal com as notícias de MG.

  20. Vítimas foram levadas para o Hospital Ferreira Machado na manhã desta sexta-feira (3). Um homem teve ferimentos no rosto e o outro sofreu escoriações. Carro explode em posto de gasolina em Campos Um carro explodiu enquanto era abastecido com Gás Natural Veicular (GNV) na manhã desta sexta-feira (3) em um posto de combustíveis no Parque Bela Vista, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. De acordo com o Corpo de Bombeiros, dois homens estavam perto do veículo no momento. O motorista do carro que explodiu estava do lado de fora do veículo e teve ferimentos no rosto. Um motorista de um carro que estava ao lado também ficou ferido. Segundo os bombeiros, ele sofreu escoriações. Carro explode enquanto era abastecido com GNV em Campos, no RJ Cleber Rodrigues/Inter TV RJ Eles foram socorridos e encaminhados para o Hospital Ferreira Machado. Com a explosão, o carro ficou completamente destruído. Ainda não há informações sobre o estado de saúde das vítimas. Veja outras informações da região no G1 Norte Fluminense.

  21. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Alagoas. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Alagoas.

  22. Familiares contaram que os dois primos haviam desaparecido no dia 30 de junho, após saírem de casa em direção ao distrito de São Cândido. Suspeito é procurado. Corpos foram encontrados carbonizados em veículo na zona rural de Caratinga Polícia Militar/Divulgação Os corpos de dois jovens que estavam desaparecidos foram encontrados carbonizados dentro de um carro na noite desta quinta-feira (2) na zona rural de Caratinga (MG). Segundo a Polícia Militar, familiares de Edson Erick Alves Lopes, de 24 anos, e de Rafael Alves de Paula, de 26 anos, relataram que os dois primos haviam sumido no dia 30 de junho, quando saíram de casa em direção ao distrito de São Cândido. O pai de uma das vítimas contou aos militares que o filho pretendia comprar uma garrucha, que seria vendida por um jovem de 20 anos. O primo dele teria aceitado levá-lo para comprar a arma. Nessa quinta-feira a polícia fazia buscas quando localizou o jovem com quem as vítimas iriam se encontrar. Os militares perseguiram o rapaz, mas ele conseguiu fugir. A PM recebeu informações de que o carro das vítimas havia sido localizado na estrada que dá acesso ao distrito de Cordeiro de Minas. O veículo e dois corpos estavam carbonizados, e uma das vítimas possuía perfuração na cabeça, provavelmente por arma de fogo. Após os trabalhos da perícia, os corpos foram encaminhados para o IML de Caratinga. A polícia continua as buscas pelo jovem de 20 anos suspeito do crime. Veja mais notícias da região em G1 Vales de Minas Gerais.

  23. Barracas fazem os últimos ajustes para voltar às atividades, suspensas desde março. A reabertura está prevista para segunda-feira (6). Barracas de praia estão com as atividades suspensas desde março em Fortaleza Fabiane de Paula/ SVM As barracas de praia de Fortaleza fazem os últimos ajustes para voltar às atividades, suspensas desde março por conta das medidas de isolamento social impostas pelo Governo do Estado para conter o avanço do novo coronavírus. Os estabelecimentos estão adotando medidas de segurança e higiene para voltar a abrir, como: distanciamento mínimo de 2 a 3 metros entre as mesa disponibilização de álcool em gel para clientes e funcionários redução da capacidade de funcionamento para 50% ampliação do número de pias nos estabelecimentos treinamento dos funcionários A reabertura está prevista para segunda-feira (6), caso seja confirmado o avanço para a Fase 3 do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais do Governo do Estado do Ceará, que também permite que restaurantes e bares funcionem no turno da noite. O anúncio sobre o decreto deve ocorrer neste fim de semana. De acordo com Dorivam Rocha, presidente do Sindicato de Restaurantes, Bares, Barracas de Praia, Buffets e Similares do Estado do Ceará (Sindirest), todos os estabelecimentos da Capital estão seguros para esse momento de reabertura. O Sindirest, a Associação dos Empresários da Praia do Futuro (AEPF) e a Associação das Empresas de Controle de Pragas do Ceará (ACEPRAG) fizeram uma parceria para realizar a sanitização em todas as barracas da Praia do Futuro. "Nós estamos seguros e preparados para atender a população, a população não precisa temer, todas as casas estão bem informadas. Nossa equipe de segurança alimentar trabalhou muito para orientar todos os estabelecimentos de Fortaleza através de manuais, de cartilhas, de um selo de segurança alimentar", diz Dorivam Rocha. Barracas da Praia do Futuro estão fechadas desde março Segundo Fátima Queiroz, presidente da AEPF, todos os gestores e empresários estão sendo treinados e preparados para a reabertura. "Nós estamos focados para esse momento de reabertura .Nesta últimas três semanas, nós trabalhamos muito com os nossos funcionários, nossos gestores daqui da Praia do Futuro no sentido de formá-los para essa nova realidade", relata. A barraca América do Sol, por exemplo, está orientando os funcionários sobre a sanitização do ambiente, funcionamento com até 50% da capacidade, organização do espaço, com o máximo de quatro pessoas por mesa e inserção de alguns pontos de apoio de álcool em gel pela areia. Para o proprietário da barraca, Flávio Costa, este é um momento de bastante otimismo, e também de ajustes. "Estou bastante otimista, se nós conseguirmos manter 50% da capacidade já é um bom resultado, não vai ter férias escolares, não vai ter turista, então a tendência é que fique só o cearense mesmo e esse é o nosso maior público", relata. Barracas da Praia do Futuro passam por higienização antes de retomada Divulgação Cuidados redobrados Prevista para abrir na quinta-feira (9), a barraca de praia Guarderia, também localizada na Praia do Futuro, está seguindo todas as normas previstas pelo decreto estadual. De acordo com Rubens Barrocas, proprietário da barraca, este é um momento de bastante cautela, mas todas as medidas requeridas estão sendo seguidas à risca. "O maior diferencial neste momento, vai ser o cuidado como um todo. Com a manipulação dos cardápios, com os alimentos e até o próprio modo de tratar o cliente. Isso vai modificar um pouco até as pessoas se acostumarem. Nós temos garçons que já têm uma certa proximidade com o cliente, mas não pode ter contato, ficar perto... e nós estamos mostrando como deve ser essa nova abordagem", explica. Para ampliar os cuidados neste momento, Barrocas pontua que, a barraca irá reduzir seus dias de funcionamento, operando de quinta a domingo, atendendo apenas 50% da capacidade total e com escala de funcionários. Initial plugin text
  24. Policial estava vindo do Paraguai com 115 celulares, remédios e diversos produtos eletrônicos contrabandeados. Ele pagou R$ 2 mil de fiança e foi liberado. Um policial civil foi preso com contrabando na madrugada desta sexta-feira (3), na Rodovia Castello Branco, em Itu (SP). O homem foi detido durante uma operação realizada pela Polícia Rodoviária, que durou cerca de 12 horas. Ele estava vindo do Paraguai em um veículo carregado com diversos produtos, como 115 celulares, remédios e diversos outros eletrônicos. Outro veículo estava acompanhando o policial e o motorista chegou a oferecer suborno para os militares para que os dois fossem liberados. O motorista foi preso por corrupção ativa e o policial civil de São Paulo foi enquadrado no crime de descaminho, mas pagou R$ 2 mil de fiança e foi liberado. O caso foi apresentado na Corregedoria da Polícia Civil em Sorocaba (SP). Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí

  25. Esta será a segunda live do projeto que leva o São João do Maranhão para o mundo todo através da internet. Thaynara OG apresenta a live Bumba Minha Casa junto com o radialista João Marcos, da Mirante FM Reprodução/Instagram A programação do São João do Maranhão vai poder ser acompanhada de um jeito diferente em 2020. Durante três noites, o projeto Bumba Minha Casa apresentará lives com atrações imperdíveis e tradicionais, com transmissão pela internet. A programação será apresentada pela influenciadora Thaynara OG e pelo radialista da Mirante FM, João Marcos. A primeira live foi realizada dia 29 de junho, com a live dos grupos Boi da Maioba, Boi de Axixá, Boi Barrica e a cantora Alcione. Nesta sexta-feira (3), será realizada a segunda live com apresentações de Mano Borges, Betto Pereira, César Nascimento e Erasmo Dibell, além do Boi de Nina Rodrigues e Boi de Santa Fé. A terceira e última noite do Bumba Minha Casa será no dia 10 de julho e contará com apresentações do Boi de Maracanã, Boi de Morros e o show da banda Mesa de Bar. O Bumba Minha Casa nasce com objetivo de valorizar a cultura local, estimular ações de solidariedade voltadas aos grupos folclóricos, afetados pelo fato de não haver São João neste ano, além de levar alegria para todos que estão em casa se protegendo durante o período de pandemia. O projeto conta com apoio das empresas Equatorial, Ambev, Mirante e Phocus. Como esse ano todas as festas juninas foram canceladas por conta do Coronavírus, os grupos folclóricos do Maranhão ficarão sem sua fonte de renda. Então, como uma forma de ajudar quem faz parte da nossa cultura, arrecadaremos doações por meio do Movimento Gratitude, direcionando tudo para as comunidades dos grupos folclóricos através da plataforma Vakinha. Programação do arraial 'Bumba Minha Casa' continua nesta sexta-feira (3)

+ Sobre nós

Image

Onde estamos: .

Rua Barão do Rio Branco, 347
Centro Itápolis/SP
3262 7482 - 3262 7483
16 99781 3817(Rega)
16 99742 1727(Daiane)
© 2018 RG Assessoria Fisco Contábil. All Rights Reserved. Designed By JKAsites

Busca